sábado, 3 de outubro de 2009

PREGADOR? E OS SEUS EQUÍVOCOS QUANTO A ELEIÇÃO?

PREGADOR? E OS SEUS EQUÍVOCOS QUANTO A ELEIÇÃO?
No dia 28/09/2009, por volta das 16:30h, passeando pelos canais de televisão ouvi uma leitura belíssima de uma porção das Escrituras, cujo tema era: “O que a graça de Deus produz”. O texto lido se encontra na Carta de Paulo a Tito. “Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens, educando-nos para que, renegadas a impiedade e as paixões mundanas, vivamos, no presente século, sensata, justa e piedosamente, aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tt 3. 11-13). Contudo, ao invés de ouvir a exposição do texto sagrado, ouvi ensinamento de homens. Mais uma vez, às ambigüidades foram despejadas sobre os incautos acerca da doutrina da eleição.O pregador está semanalmente na mídia. Ele é sem sombra de dúvidas um líder conhecido e apreciado por muitos no território nacional. Ele tem efetuado muitas conquistas no seio das igrejas evangélicas brasileiras. Ele tem feito um trabalho muito bom na esfera da apologética, especialmente no que tange ao aborto, homossexualismo e teoria da evolução. O seu método tem cativado muitas pessoas, pois é um homem dinâmico. Suas técnicas são variadas. Ele mescla em seus discursos textos bíblicos e conceitos da psicologia. Sua preleção se parece com terapias de auto-ajuda. Seu linguajar é profundamente humorístico e moralista. Particularmente o considero um líder corajoso. Não tenho nada contra a sua pessoa, mas quando o assunto é sotereologia, ou seja, doutrina da salvação, os seus equívocos ficam patentes aos olhos daqueles sabem discernir a verdade da mentira e ferem os ouvidos daqueles já ouviram as doutrinas da maravilhosa graça de Deus. Dentre os equívocos cometidos pelo pregador da mídia está a doutrina da eleição.Antes de pontuar a insensatez do pregador, gostaria de afirmar que a doutrina da eleição é uma doutrina bíblica. Ela está ancorada no Antigo e Novo Testamento. Muitos cristãos têm sido consolados por meio da exposição da mesma, entretanto, muitos outros têm sido perturbados ao ouvir o seu ensino por intermédio de pregadores cuja teologia é espúria e humanista. Há muitos equívocos quanto à doutrina da eleição, quero destacar nesse pequeno texto apenas um, a saber:A falta de compreensão da soberania de Deus. Existem pregadores que estão na mídia que não entendem a doutrina da soberania divina. Mas existe um especial que é a caricatura dos demais. Ele afirmou “que Deus é soberano para escolher indivíduos para função, mas negam que Deus é soberano para eleger indivíduos para salvação”. O tagarela da mídia, Deus não é soberano em apenas uma faceta do seu governo, ele é soberano em sua essência e em todos os aspectos. A Bíblia afirma que salvação pertence ao Senhor (Jn 2.9), portanto ele a dá a quem quer. Deus escolheu sim indivíduos para salvação e rejeitou outros. “O SENHOR fez todas as cousas para determinados fins e até o perverso, para o dia da calamidade” (Pv 16. 4). “Ou não tem o oleiro direito sobre a massa, para do mesmo barro fazer um vaso para hora e outro, para desonra?” (Rm 9. 21). “Como está escrito: Amei Jacó, porém me aborreci de Esaú. Que diremos pois? Há injustiça da parte de Deus? De modo nenhum! Pois ele diz a Moisés: Terei misericórdia de quem me aprouver ter misericórdia e compadecer-me-ei de quem me aprouver ter compaixão. Assim, pois, não depende de quem quer ou de quem corre, mas de usar Deus a sua misericórdia” (Rm 9. 13-16).Deus escolheu sim indivíduos para determinadas funções, mas também escolheu indivíduos para a salvação em Cristo. A Escritura afirma com veemência e clareza que existem pessoas que não crêem porque não fazem parte das ovelhas de Cristo (Jo 10. 25, 26), em contrapartida as que são suas ovelhas ouvem sua voz, Cristo as conhecem e elas o seguem (Jo 10. 27) e somente a elas Cristo dá a vida eterna (Jo 10. 28). “Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora”, disse Jesus (Jo 6. 37). Notem que os pronomes: “Aquele” e “esse” se referem a indivíduos, mas não a qualquer indivíduo. O indivíduo aqui é aquele que Deus o Pai deu a Deus, o Filho de presente. De tal forma que somente esse virá ao Salvador, pois “Ninguém pode vir a mim se o Pai, que me enviou, não o trouxer ...” (Jo 6. 44). Muitos ouvem o evangelho, mas somente crêem aqueles que foram destinados para a vida eterna (At 13. 48). Os mensageiros falam para muitos, mas Deus só abre o coração dos eleitos (At 16. 13-14). O tal pregador disse ainda que: “Os escolhidos estão no plural. O plural indica que a igreja é que foi escolhida. Portanto, Deus não escolheu indivíduos”. Para subsidiar o seu argumento, ele citou o seguinte texto: “assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele ...” (Ef 1. 3-5). Como se a igreja não fosse composta de indivíduos. Que tolice! A igreja é formada de indivíduos os quais foram eleitos antes da fundação do mundo e alcançados na história.Para finalizar gostaria de citar o texto que ele usou para falar que não existe eleição de indivíduo. “Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens” (Tt 2. 11). Ele utilizou o pronome indefinido plural para negar a eleição soteriológica: “todos”. Com isso, ele não considerou as normas elementares da hermenêutica para interpretar o texto dentro do seu contexto, se é que ele tem conhecimento disso. Paulo havia dado instruções ao jovem pastor Tito acerca do trato com os membros da igreja de Creta. Para cada homem idoso e mulher idosa, moça e rapaz, o pastor e servo existe uma forma de tratamento (Tt 2. 1-10). Depois de dizer isso o apóstolo introduz uma conjunção explicativa: “porquanto”. Paulo não está ensinando nenhum tipo de universalismo, mas sobre a manifestação da graça salvadora sobre todas as classes de pessoas. A graça salvadora só se manifesta sobre aqueles a quem Deus escolheu antes da fundação do mundo. Ela só redime aquele por quem Cristo morreu. Cristo não veio ao mundo para morrer por todos, mas pelos eleitos (Mc 10. 45). O sangue de Cristo foi derramado em favor de muitos, e não de todos (Mt 26. 28). A obra de Cristo justifica muitos e não todos (Is 53. 11). Portanto, Deus escolheu indivíduos sim para a salvação em Cristo.Sendo assim, conclamo todo o povo de Deus para que prove os espíritos, porque existem muitos hereges e falsos mestres ensinando doutrinas de homens. Eles têm linguagem cristã, entretanto, substituem a verdade pela mentira. Fique apercebido! Batalhe pela fé que foi entre aos santos. Cuidado com aqueles que deturpam as Escrituras. Ouçamo-lo a voz do Espírito Santo: “E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou” (Rm 8. 30). Amém!

9 comentários:

Libério Silva disse...

Meu caro irmão Rev. Fábio, graça e paz em Cristo.

Pra sustentar um sistema teologico como o atual adotado pelo pastor Silas é necessário que haja a isenção de Deus em determinados assuntos. Afinal uma oferta de R$ 900,00 é muita coisa no contexto brasileiro. E não é novidade esta postura do Silas, afinal, a teologia da prosperidade combatida por ele em outros tempos é hoje o maior granjeio de recursos do ministério e ele sabe que os reformados tem bala na agulha para disparar contra estes disparates. Por isso, desacredita-se os que os reformados creêm e pronto a causa está protegida. Recentemente participei de um workshop sobre evangelismo e ouvi que quando a pergunta: você tem certeza da sua salvação foi feita a um rapaz (que se dizia membro da igreja do referido pastor Silas), a resposta foi não. É o resultado de confiar aos homens sua própria salvação. É lamentável que a graça de Deus seja tratada deste modo. Até arminianos como Wesley se assustariam com a posição simplória e mundana que o Silas tem da irresistível graça de Deus.

Parabéns, um ótimo artigo, a verdade bíblica defendida com coerência e convicção.

Deus abençoe, seu conservo Libério Silva

Fábio Henrique disse...

Rev. Libério,
graça e paz sejam multiplicadas sobre sua vida, família e ministério. Amado infelizmente para alguns "profetas" o evangelho é uma espécie de produto. Esses tais "profetas" são verdadeiros mercadejadores da palavra. Eles usam um vocabulário de crente, mas no fundo são lobos vorazes. Eles se assemelham a Tezel. Querem construir grandes impérios como a Basílica de São Pedro. Precisamos nos acautelar dos falsos mestres! Abs meu amigo. Em Cristo, nosso comum Salvador e Senhor,

Rev. Fábio Henrique

Val disse...

Graça e Paz, Pr Fábio.
Muito boa a explanação sobre este assunto tão polêmico, até mesmo dentro da igreja reformada, onde alguns ainda não acreditam, gerando até polêmicas. Com o "Deus não é injusto" para ter feito isso.
Quanto ao pregador citado, desde que ví e ouvi dele que a predestinação é o travesssseiro do diabo, procuro não escutá-lo, para não ter o risco de ficar irada. A última dele sobre a oferta de R$900,00 para mim foi o fim.

Parabéns, valeu acessar o seu blog. Não tinha conhecimento dele.

Deus continue a lhe abençoar

Miss Valderez

Fábio Henrique disse...

Missionária Valderez,
graça e paz sejam multiplicadas sobre sua vida e ministério. Fico feliz por ter apreciado o texto e por saber discenir a verdade da mentira. Precisamos nos acautelar dos falsos mestres. Outra coisa: que bom que vc gostou de acessar o meu blog, obrigado. Abs. Em Cristo, nosso comum Salvador e Senhor,

Rev. Fábio Henrique

Cris e Fê disse...

Mano Rev Fábio a Graça e Paz
Lembro-me como se fosse hoje o dia que escutei esse mesmo "profeta" dizer as mesmas coisas aqui na capital mineira...É parece que as coisas não mudaram muito. Não concordar com a doutrina reformada da Predestinação, vá lá...mas chamá-la de Dioabólica É DEMAIS. Quando qualquer um faz isso insulta não só muitos irmãos de hoje, como vultos da história.Só a titúlo de curiosidade vou citar alguns...Paulo, Agostinho de Hipona,Lutero, Calvino,Spurgeon, Jonathas Edwards, Berkhof, Cornelius Van Til, Charles Hodge,Strong..etc
Em pensar que muitos argumentos usados para desacreditar esta doutrina tem base na teologia Neo-ortodoxa, onde o metodo histórico- critico é usado para se interpretar as escrituras e a dialética Barthiana dita normas quando a mesma doutrina. Prefiro assumir a postura de Anthony Hokema quando a presdestinação, quando o mesmo diz que os paradoxos biblicos sào reais e que para aqueles que creem na Escritura infalível, neste mundo não poderào ser superados apenas cridos, mesmo que ainda possam ser invertigados a luz da revelação escrita. Alguns deles:As duas naturezas de Cristo, a trindade, A Responsabilidade humana e a soberania de Deus, a união mistica com Cristo..etc....
Como bem dize agostinho..."Credo ut intelligam" Creio para entender..
Deus abençoe sua vida meu irmão..e Parabéns pelo Blog

Fábio Henrique disse...

Cris,
graça e paz sobre sua vida e família. Rapaz muito boa a lembrança desses gigantes da fé que vc mencionou. Será que tal pregador é um neo-ortodoxo ignorante? Acho q a visão dele a respeito da Escritura é miope. Abs queridão. Em Cristo, nosso comum Salvador e Senhor,

Rev. Fábio Henrique

WESLEY SOUZA DE PAULA disse...

Oi Rev. a graça e a paz de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, quero dizer que gostei muito desta matéria e particularmente eu compartilho da mesma idéia, estou muito feliz por saber que o Rev. se posicionou contra essas doutrinas de homens que só trazem confusão e diminuem a soberania de DEUS. DEUS É SOBERANO E PONTO FINAL NÃO TEMOS QUE ARGUMENTAR CONTRA O QUE ELE É, FAZ OU DEIXA DE FAZER, ATÉ POR QUE ELE NÃO DEIXOU E NÃO DEIXA DE FAZER NADA, ELE FEZ E FAZ TODAS AS COISAS PARA SEUS DETERMINADOS FINS; PROVERBIOS. 16.4


PRESB. WESLEY SOUZA DE PAULA.

Fábio Henrique disse...

Pb. Wesley,
fiquei muito feliz por ter visitado meu blog e postado seu comentário, sobretudo, porque vc é um homem comprometido com a Palavra. Abs. Em Cristo, nosso comum Salvador e Senhor,

Rev. Fábio Henrique

rogerio disse...

Fabio, meus parabens!

Você tem dissertado seus textos com coerência, clareza e convicção. Biblicamente falando só não entende quem não quer. Pensando bem só aqueles que Deus permite. rsrsrs

Felicidade e sucesso em sua caminhada,abraços!

Rogério Borém.