quinta-feira, 21 de maio de 2009

EXCLUSÃO SOCIAL

EXCLUSÃO SOCIAL
O Brasil é mundialmente conhecido como o país do futebol e do samba. Estas “virtudes” servem de escudo para cobrir a nudez ou a vergonha dessa pátria. As mazelas não são reveladas, mas camufladas pelo orgulho esportivo e artístico. Entretanto, não dá mais para esconder a exclusão social existente em nosso solo. Ela impera em todo território nacional, está estampada por toda parte, de Norte a Sul, de Leste a Oeste.
A exclusão Social é um fato noticiado pelos telejornais, reprovada pelos direitos humanos, repudiada pela sociedade, e, sobretudo, condenada por Deus. Ela é como um “aborto”, pois tira toda e qualquer possibilidade de projeção do cidadão brasileiro. Suas conseqüências são drásticas, danosas e prejudiciais para a formação de uma sociedade justa e estruturada, onde os direitos são iguais e equitários a todos.
Contudo, existe um caminho para a eliminação da mesma, mas só se tornará uma verdade quando houver uma repressão vigorosa a corrupção política e judiciária, uma distribuição da renda justa, investimento na educação, saúde e moradia. Num país no qual o sistema de governo é democrático faz-se necessário a aplicação do princípio da igualdade. Se isso ocorrer, então desfrutaremos da inclusão social tão urgente e imperativa nessa pátria querida.

5 comentários:

Anônimo disse...

Olá pastor,desejo de coração que Deus abençoe sua vida1Abraços:Rita

Anderson Gonzaga disse...

Pastor Fábio,

É uma reflexão importante.
Eu, particularmente, não posso concordar com o uso dessa expressão Exclusão Social. Creio que existam mesmo profundas diferenças sociais.
Mas exclusão pressupõe um excluído e um "exclusor". Daí facilmente hoje se chega ao pensamento raso, mas comum, de que o "sistema capitalista" é o que produz essa exclusão. Um engano.
Engano esse que leva a ações equivocadas como bolsas famílias, cotas, indenizações, etc. Mas o fosso vai ser eliminado quando educação, saúde e moradia forem bens comuns, de acesso universal; quando o estado cumprir sua tarefa-fim.

Concordo que o Brasil precisa mesmo de "uma repressão vigorosa a corrupção política e judiciária" como o senhor citou.
Mas é com tristeza que vemos o presidente Lula e o resto do governo petista que gravita o Planalto demonstrar total desprezo pela retidão.
A corrupção é um câncer. O governo atual, infelizmente está canceroso.
E não somente o governo está doente, óbvio. Mas como não há vontade política vinda de cima, há poucas esperanças de mudar esse quadro.

Pb.Valério Nascimento disse...

Rev. Fábio gostei de seu texto, pois ele mostra que você está migrando por uma cosmovisão importante. Todavia, esta análise é verdadeira, mas não primeira, pois o nosso maior problema hoje,é o processo de síntese que inverte o fundamento das nossas convicções. Precisamos arrumar a casa, ou seja, precisamoss de uma notória posição social como cristãos não compartimentalizada, mas de amplitude geral. Como poderemos cobrar algo, se nós não vivemos a partir do que cobramos? É necessário entendermos que o calvinismo que professamos, não é somente um sistema teológioco, mas um sistema dde vida (Kuiper).

Rita Lira disse...

Olá pastor gostei muito do seu artigo.Creio que nós como cristãos deveriamos mostrar diferença,pois tenho observado que existem muito excluidos bem próximos de nós.O desejo do meu coração é para o amor de Cristo habite ricamente em nós para que haja crescimento no Seu Reino.Deus o abençoe.

Anônimo disse...

Rita,
que bom que você gostou do artigo. Olhe, precisamos mesmo dá evidências da nossa fé. Abs. Em Cristo, nosso comum Salvador e Senhor,

Fábio Henrique