quinta-feira, 20 de março de 2014

O BANQUETE DA GRAÇA

Texto Bíblico: “Digo-vos que muitos virão do Oriente e do Ocidente e tomarão lugares à mesa com Abraão, Isaque e Jacó” (Mt 8.11).

Jesus elogiou a fé de duas pessoas. Os casos estão em Mateus. A fé do homem era distinta da encontrada entre os descendentes de Abraão e a fé da mulher foi adjetivada como grande. Eles não tinham seus nomes escritos no livro de membros do judaísmo. O comandante romano fez uma demonstração da pujança da autenticidade da sua fé.

Aliás, a sua evidenciação de fé fez com que o Senhor ficasse admirado. Jesus afirma que não encontrara fé como esta nem em Israel. Depois de destacar que a fé do centurião não fora achada nem entre os judeus, Jesus então, conecta o ingresso de pessoas dos diversos cantos do mundo, que tomarão lugares à mesa com os patriarcas pela fé.

Com isso, o Senhor ensina que a fé é o instrumento de apropriação da bênção. Pela fé recebemos as bênçãos temporais e as eternas. O banquete da graça já está preparado, mas a condição para participar é a fé. Enquanto pela incredulidade os homens ficam do lado de fora do reino, pela fé são colocados dentro do reino. A fé é o instrumento pelo qual somos colocados debaixo do abrigo do reino de Deus.

Oração: Senhor Deus, neste momento eu confesso o meu desejo de participar do banquete de tua graça. Aceita-me como teu filho! Quero fazer parte dessa grande festa. Em nome de Jesus. Amém.

Nenhum comentário: