terça-feira, 4 de março de 2014

A GRAÇA DA COMUNHÃO

Texto Bíblico: “Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos.” (Sl 133.1).

A vida sem unidade é semelhante ao personagem Chuck Noland, interpretado por Tom Hanks no filme, “Náufrago”. A falta de união é como um ser humano que vive longe de todos, numa ilha solitária, sem ninguém para partilhar suas conquistas e derrotas. Se por um lado, a falta de unidade é comparada a um personagem isolado e sozinho, por outro, a ausência dela é também similar a uma pessoa que está no meio da multidão, mas se sente como aquele que se encontra longe do convívio estreito das pessoas.

Não fomos criados para vivermos isolados ou desligados uns dos outros. O individualismo é anticristão. A unidade cristã é uma bênção para cada indivíduo que faz parte da família da fé. Sempre atrai e nunca dispersa, agrega e nunca divide. Essa graça atrai a bênção de Deus.

Quando existe unidade entre os irmãos, a Escritura promete: “Ali, ordena o Senhor a sua bênção e a vida para sempre”. A graça da comunhão é o bem precioso da comunidade da fé tanto de forma horizontal como vertical. Por essa razão, não vivê-la depõe contra a natureza da igreja.

Oração: Senhor, tu não me criaste para viver só. O individualismo que impera em meus dias tem me afastado da graça de participar da comunhão do teu povo. Perdoa-me. Em nome de Jesus. Amém.

Nenhum comentário: