domingo, 23 de março de 2014

A GRAÇA DA RESTAURAÇÃO

Texto Bíblico: “Se cair, não ficará prostrado, porque o Senhor o segura pela mão” (Sl 37.24).

Davi não escreve palavras de cunho teórico, sua marca é a prática. Suas palavras são fruto de suas próprias experiências. Ele sabe que existe a possibilidade de o justo cair, mas conhece também o poder da restauração. O testemunho do salmista não é o de um homem que vive num recinto imune à queda. As palavras não foram proferidas por um supercrente.

Ele enfrentou reveses e lutas, altos e baixos. Ele sabe que a possibilidade de cair é real. Porém, sabe também que a verdade da restauração é garantida. Se o justo cair, por certo, não ficará prostrado. E por quê? Porque o Senhor o segura pela mão. Deus jamais permitirá que o justo fique caído.

Ele coloca o caído de pé, ergue o desfalecido e sustém o fraco. Ninguém pensa numa possível queda de um servo ou de serva de Deus, porém, o ensino bíblico enfatiza que essa possibilidade existe. O cristão deve lutar para não cair. Mas, se fraquejar, precisa saber que Deus restaura. A queda é obra do homem, a restauração é fruto da graça e vem de Deus. A queda para o crente é uma possibilidade, a restauração é uma promessa.

Oração:  Senhor Deus, pai de misericórdia sem fim, estar contigo enche meu coração de certeza que eu sempre terei uma nova chance de recomeçar sustentado pela tua graça. Em nome de Jesus. Amém.

Nenhum comentário: